MARIA-CARMEN PERLINGEIRO CRONOLOGIA

A maleabilidade do barro é substituída pela dureza do mármore. Em 1983, compra um bloco de mármore branco de Carrara, um martelo, ponteiros e se inscreve na Art Student’s League de Nova York para aprender a esculpir e cortar a pedra. Em dezembro desse ano mostra a escultura em mármore, No 11, na exposição “Small sculpture”, na galeria Kouros, Nova York.



Dois anos depois, muda-se para Genebra onde se casa com Pavel Urban. Tcheco de origem, Pavel se associa com entusiasmo ao desenvolvimento desse novo trabalho em escultura. Juntos viajam para Carrara, norte da Toscana, para comprar algumas toneladas de mármore e, desde então, essas viagens para a Itália são freqüentes e se tornam um projeto comum do casal. Dentista de profissão, Pavel procura soluções técnicas para a instalação de certas esculturas e também realiza, em ouro maciço, pequenas reproduções de obras de Maria-Carmen.

Em 1986 nasce seu filho Gabriel e em 1989 sua filha Sophia, e é somente depois do nascimento dos filhos que o mármore das esculturas se “amolece”.